Sexta-feira, 1 de Abril de 2011

Entrevista feita a Vitor Fortunato pelo site da FPP


Vítor Fortunato mantém, aos 40 anos, as qualidades que o tornaram numa das referências do Hóquei Patins nacional. Tem contribuído com boas exibições e golos para a época positiva da Física, que brilha sobretudo na Taça CERS, em acumulação com as funções de treinador, e, no horizonte, tem a possibilidade de prolongar a carreira de hoquista.

«Se mantiver a equipa na I Divisão, se atingir a «final-four» da Taça CERS e realizar uma boa campanha na Taça de Portugal, e se me sentir em boas condições, há hipóteses de continuar a jogar, mas só tomarei uma decisão no final da temporada», afirma Vítor Fortunato, em declarações ao «site» da Federação de Patinagem de Portugal.

O treinador e jogador sente que a equipa poderia apresentar outro rendimento no Nacional da I Divisão, mas mostra-se sobretudo realizado quando aborda a excelente campanha que a Física está a produzir na Taça CERS: «Podíamos estar classificados numa posição superior no campeonato. No entanto, é preciso considerar que a equipa estava, há dois anos, na II Divisão, e, no ano passado, fez uma excelente temporada. Nesta época, a Taça CERS está a ser uma nova experiência, para todos, excepto para mim, o que provocou a alteração de hábitos, com jogos ao meio da semana e ao fim-de-semana, num plantel em que 90 por cento dos jogadores trabalha. Isso reflectiu-se no campeonato. Com três golos de vantagem frente a uma formação italiana, estamos perto de chegar à final-four, o que seria histórico, e atingir o jogo decisivo é um sonho».

Oliveirense, Braga e Benfica são outras equipas que podem garantir a o acesso à próxima fase da Taça CERS: «Se passarmos, há a hipótese de jogarmos como o Benfica, uma equipa mais forte, mas tudo é possível. Temos quatro formações que lutam pelo título e as restantes são muito competitivas, com bons jogadores, e, por isso, o hóquei português continua bem, tal como se verifica na Liga Europeia e na Taça CERS. Há mais pessoas em pavilhões, tal como acontece no nosso, porque há mais informação, devido às novas tecnologias. Já existem muitas transmissões na Internet, o que atrai as pessoas. Na Física, constatámos essa realidade através do nosso site e do Facebook».

 

Benfica especial

Vítor Fortunato ainda considera especiais os jogos em que defronta o Benfica, adversário da Física, em Torres Vedras, numa partida agendada para dia 26/03/2011 às 18.30 horas: «Estive 14 anos no Benfica e, por isso, é sempre um jogo diferente, tal como acontece com a Oliveirense. O Benfica é muito forte, recheado de bons valores, e está cada vez mais próximo do FC Porto. No entanto, jogamos em casa e temos condições para garantirmos um bom resultado».
 

Fortunato indica Samuel Lima para a Selecção

Vítor Fortunato considera que Samuel Lima, jogador da Física, tem potencial para integrar a Selecção Nacional, apontado, por outro lado, Reinaldo Ventura e Luís Viana como indispensáveis na convocatória para o Torneio de Montreux: «Se Portugal não for a Montreux para ‘rodar’ jogadores, Reinaldo Ventura e Luís Viana são imprescindíveis, pelo campeonato e golos que têm marcado. O Samuel Lima é um hoquista, com 23 anos, e grande margem de progressão, revelando igualmente qualidades como homem».

publicado por A.E.F.D. às 20:48
link do post | comentar

Copyright Info / Física TK © 2011 - Todos os Direitos Reservados.
www.FisicaTVedras.tk